Para fechar Ibiza

Sempre gosto de fechar cada destino com curiosidades do local ou excentricidades… Essas eu encontrei, por acaso, num blog chamado Achados, da Adriana Setti…  E resolvi copia-las pois são Muito boas:

alguma coisas que (provavelmente) não sabe sobre Ibiza

  •  Na minha primeira vez na ilha, me recusei inicialmente a pagar 10 euros em um garrafinha d’água dentro da balada. Caminhei decidida até o banheiro, abri a torneira e… fooom foooom fooooooom… a água era salgada! A ilha tem um problemaço de falta de água. E muitos reservatórios da ilha são preenchidos com água dessalinizada. O processo, pelo visto, não dá um resultado 100%.
  • O idioma falado na ilha é o Ibizenco, uma variação do catalão BEM difícil de entender para quem não está acostumado com idioma. Mas como na alta temporada os ibizencos são a minoria esmagadora, não há com o que se preocupar.
  • Um carro ou uma moto são fundamentais para conhecer a ilha. As praias mais bacanas não estão a uma distância “caminhável” nem de Ibiza e nem de Sant Antoni, onde a maioria das pessoas se aloja. E, com exceção da Pachá. El Divino e Es Paradis, o resto das baladas também ficam fora dos centros. Para dirigir uma motinho de até 50cc na Espanha, basta apresentar a carteira de motorista brasileira. E o aluguel gira em torno de 20 euros por dia.
  • Nos últimos anos, as águas-vivas invadiram o Mediterrâneo e chegaram com força total na costa das ilhas Baleares, incluindo Ibiza. Todo cuidado é pouco, portanto, na hora do mergulho. Como esses malditos seres são arrastados pelas correntes, eles geralmente se concentram em determinado da ilha. Informe-se nos jornais locais ou na base do boca a boca.
  • Muitas discotecas já vendem entradas combinadas para a festa da noite e um after hours (por exemplo: Privilege + Space) com preços bem interessantes. Se você pretende encarnar o coelho duracell, vale a pena ficar atento, porque o preço das baladas em Ibiza é MAIS salgado do que a água da torneira. Para se ter uma idéia, as baladas costumam custar de 40 a 80 euros, só o sorriso.
  •  Qualquer bebida alcoólica dentro da balada não sai por menos de 10 euros. Sim, 10 euros uma cerveja, na melhor das hipóteses. Portanto, quem tiver sede escapa da falência se abastecer o tanque no centro de Ibiza antes de entrar.
  •  A fama de “ilha gay” é balela. Sim, Ibiza é um éden para o povo arco íris, mas tem pra todo mundo. E de sobra.
  •  Ao contrário das praias do Brasil, onde o povo caminha, joga frescobol e surfa, em Ibiza o povo simplesmente não se mexe. As praias geralmente parecem a Normandia no dia seguinte ao desembarque aliado: corpos e mais corpos inertes espalhados pelo chão. Afinal de contas, em algum momento toda aquela gente precisa dormir.
  •  Algumas agências de viagem alemãs e inglesas vendem pacotes de “uma noite em Ibiza”. Sim, o sujeito pega o avião lá em Londres, já vem calibrando durante o vôo, é levado em uma van para a balada direto do aeroporto, e devidamente recolhido na manhã seguinte para voltar à casa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s