Belém, Belém…

Chegamos a Belém! Propositalmente deixamos este delicioso pedaço de Lisboa para o final da viagem quando as meninas estivessem aqui conosco.

Claro que em nosso roteiro tinha o Mosteiro dos Jerónimos, o Padrão dos Descobrimentos,  Centro Cultural Bélem e a Torre, mas  o primeiro STOP foi na tradicional pastelaria dos famosos Pastéis de Bélem!, todos tinham “fome” deste delicioso doces de natas! DELÍCIA!

Rodrigo e sua "marmita" dos pasteis de Belém..

Rodrigo e sua "marmita" dos pasteis de Belém..

Com a vontade saciada, seguimos ao próximo destino: Mosteiro dos Jerónimos. Este foi o nosso primeiro encontro com muitos turistas em excursões, eles estavam por todos os lados e seus guias falando, falando, falando as mesmas histórias em várias línguas, o que atrapalha um pouco nossa visita e as fotos. A sensação é que iria ter um grande show com tanta multidão.

Beleza e toda multidão!

Beleza e toda multidão!

Mesmo com tantas pessoas, não se perdeu a beleza e o encanto da arquitetura Manuelina que continuaram lá, impotentes, fazendo com que todos ficassem de bocas abertas. É realmente de tirar o fôlego e se apaixonar. 

A impressão que tenho é que todo aquele monumento foi feito por uma criança quando vai à praia, sabe aqueles castelinhos que fazíamos com areia molhada? Pois é exatamente assim, cheio de detalhes com uma ornamentação intensa, com muitos detalhes  marítimos inspirados na Era do descobrimento. Um trabalhado parecendo uma grande renda.

Clautro do Mosteiro dos Jerónimos

Clautro do Mosteiro dos Jerónimos

Basta atravessar a rua, para chegarmos ao Centro Cultural de Belém, que o Rodrigo deve escrever em seqüência um post especifico contando esta experiência.

Mais um pouquinho de passos e chegamos ao Padrão dos Descobrimentos, um lindo monumento de 52 metros de altura que foi construído em 1960 em homenagem ao centenário da Morte de Henrique o navegador e para todos os navegantes que participavam do rápido desenvolvimento da Era dos descobrimentos de Portugal.

Super poderosas em Ação!

Super poderosas em Ação!

Esta parada foi bem cansativa andamos bastante, e aquela velho engano com os mapas, ao olhar você vê que o ponto turístico está do outro lado da rua, mas nem sempre tem uma passagem, caminhamos bastante para achar uma passagem abaixo de um sol bem desanimador para um dia de caminhada.

Do Monumento caminhamos a beira do TEJO, apreciando a vista maravilhosa, Marinas, embarcações, hotéis de Luxo até chegar na Torre de Belém.

Construída entre os anos de 1515 a 1521, como uma fortaleza no meio do Tejo, que servia como ponto de partida para os navegadores que saim em busca de novas rotas para o comércio. Esta jóia Manuelina tornou-se grande símbolo da era da expansão de Portugal. A Beleza da Torre está em sua decoração  externa trabalhadas com cordas esculpidas nas pedras, torres de vigia em estilo mourisco e ameias características com formato de escudo.

Mini e a Grnade Torre de Belém

Mini e a Grnade Torre de Belém

Reserve umas 6 horas para este roteiro, um sapato bem confortável e boas pernas….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s